suivre par email

26 de fev de 2010

V E N E Z I E I

Eu mereço! Este foi meu primeiro pensamento ao sair do Brasil com alguns euros e um cartão VTM.
Fui buscar o mundo(ainda estou buscando pois que retorno dia 03/03/2010).




VENEZIEI
Thiers R >





Lentamente chorou o dia

luva branca de raízes profundas

lentamente

sorri farsante

n’alma aguda de meus desejos

nasce o mergulho das dores

saúvas e pensamentos

vai meu barco

pega teu sonho

perde o caminho

leva-me

o dia abriu-se

entrecortado

o mar retraiu

a linha d’aurora

brotou pálido cílio

penso:

a peste se foi

o silêncio guardou-se

fluí teu regaço

colei minha boca

engoli saliva

entreguei-me ao sonho

Veneziei



>> > > > > > > > >

3 comentários:

Marli Agda Nascimbem disse...

Meu querido amigo,

Veneziar é a palavra que explica o estado d'álma quando estamso nessa mágica cidade. Obrigado por criá-la, Vou incorporá-la em meu vocabulário. Perfeito.Beijão. Adorei a poesia.

Ivy Gomide disse...

Companheiro, eu tbém VENEZIEI em azul super infinito.
Boa viagem meu querido, to aqui ardendo de saudades...rs

Camusiana disse...

So meu deu mais vontade ainda de Veneziar...divino poema