suivre par email

4 de fev de 2008

Ya Basta !



Ya Basta!
ThiersR>


Ya Basta!
Yo lo digo
Yo afirmo
A terra é do povo
chão de raízes
perfume da fome
Terra
espaço do corpo
estrela castanha
palpita em mi dedo
ruge em meu coração
jorra vermelho
rio de sangue
veia dos braços
alimento da alma
Zapata in Chiapas
abre estrelas no céu.

Fev/2008>


_____________________________________________________

Um comentário:

Max da Fonseca disse...

As vezes fazemos tão pouco...

-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
[...]
E em meio ao silêncio -tormenta-
Só ouço a louca voz rouca
De minha própria consciência.

(Max da Fonseca)