suivre par email

13 de mar de 2008

NOTURNO IN CHOPIN



NOTURNO IN CHOPIN
Thiers R > & Raiblue



Na produção de histórias
escarro cores imperfeitas
visito infernos
mordo passos na rua
atravesso cravado
a estrela singular que te adorna
musa
sorri sem jeito
tenso alivio pensamentos
o poema joga-se no travesseiro
a comer luas de Vênus
cadente
o silêncio
sussurra luxúrias

desejos castanhos
de meu eu escapam no
encontro de deuses
e demônios

em teus olhos
afundo os meus
luz da imagem
que comigo se deita
derrama-se o verso
corpo a corpo
na batalha do sêmen
sentes meus dentes
em teus seios?
des concentro
hormônios nas entrelinhas
mancharei o poema
com gozo
mistura
de línguas
a colorir céus de Chopin

> 2008 <



>>>

4 comentários:

Raiblue disse...

Finalmente nossas línguas se misturaram...hehe...e só podia dar nisso...um erótico céu de Chopin...
de noturnos seres... enigmáticos e loucos...
Adorei... senti minha língua deslizando na tua...como se já o conhecesse...mágico instante numa noite comum...foi,de fato,um gozo!!
Obrigada pelos segundos delirantes...
A imagem ficou perfeita ...vc sabe q amo p&b tbém,né? ficou no clima certinho...
Besos bluenoturnados de Chopin..hehe

Thi love...Rai

Max da Fonseca disse...

Uma mão segura o membro ereto e a outra esconde o rosto envergonhado.

Max da Fonseca disse...

U'a mão segura o membro ereto e a outra esconde o rosto envergonhado.

Jose Araujo disse...

Des concentro
hormônios nas entrelinhas
mancharei o poema
com gozo
mistura
de línguas
a colorir céus de Chopin

Fantástico!

Erotismo, sensualidade, na essencia do autor, faz de Chopin, um ato de amor... sexo... tesão... vida... paixão...

Parabéns pela sensibilidade e talento incomparavel em seu estilo de escrever!

Abração!

Jose Araujo